Notícias

Freguesia do Ó recebe o projeto Mutirão nos Bairros

Região da Zona Norte foi contemplada com ações de zeladoria, trabalho, assistência social e saúde

De Secretaria Especial de Comunicação

* Atualizada em 18/5, às 18h09

O Largo da Pancada,  entre a Avenida Humberto Gomes e a Estrada Lázaro Amâncio de Barros, na Freguesia do Ó, Zona Norte, recebeu neste sábado (18), das 9h às 15h, a sétima edição  do projeto Mutirão nos Bairros.  O programa, coordenado pela secretária  Fátima Marques, da Secretaria Municipal de Relações Sociais, tem como meta levar os serviços ofertados nos equipamentos da administração municipal para próximo da população que mais precisa, além de promover atividades de zeladoria.

Durante o evento, foram realizados no local pintura de guias, plantio de mudas e reparos nas sarjetas, além de revitalização de um ponto viciado.

A Secretaria Municipal da Saúde fez aferição de pressão arterial e teste de glicemia, vacinação contra febre amarela, influenza e antirrábica para cães e gatos. Houve distribuição de preservativos  e de sal de ervas.  A população também contará com orientações sobre saúde bucal, aulas de dança circular e mix dance. 

Equipes da Secretaria da Pessoa  com Deficiência  deram orientações sobre Bilhete Único Especial e outras demandas. Foram realizadas ações para esse público como o Programa Cultura Inclusiva (atividades culturais acessíveis), Central de Intermediação de Libras (CIL),  Selos de Acessibilidade Digital e Arquitetônica, assim como Programas de Estágio para Estudantes com Deficiência.

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS)  participou do mutirão por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Itinerante. As equipes fizeram o cadastramento das famílias em situação de vulnerabilidade social no CadÚnico.

Direitos Humanos

Entre as ações que foram realizadas pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania destacaram-se  o recebimento de denúncia de violência contra mulheres e encaminhamento para equipamentos da rede de atendimento,  promoção de Igualdade Racial (orientações e recebimento de denúncia de violência e discriminação contra a população negra).  Para os jovens  foram dadas orientações e informativos sobre políticas públicas e panfletos sobre o programa federal ID Jovem. O projeto garante direitos como acesso à programações culturais com meia-entrada e gratuidade ou descontos em passagens de ônibus interestaduais. Houve, ainda, acolhida e escuta para defesa de direitos.

Trabalho e Empreendedorismo

Os cidadãos que estão em busca de um emprego tiveram a oportunidade de se candidatar a mais de 500 vagas especialmente disponibilizadas para o evento por empresas privadas da região, na tenda da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

O Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (CATe) ofereceu oportunidades como motorista e fiscal de ônibus, operador de telemarketing, atendente de lanchonete, eletricista, funileiro e mecânico, entre outras.  Para ser encaminhado para as vagas, o interessado precisou levar RG, CPF, carteira de trabalho e o número do PIS. Para quem não tinha os dois últimos documentos, a emissão foi feita na hora, com uma foto 3x4.

O CATe levou também duas empresas que foram responsáveis por um processo seletivo de 30 vagas para auxiliar de limpeza.  Participaram as pessoas que fizeram o pré-cadastramento nas unidades Brasilândia, Jaraguá ou Pirituba do CATe, entre os dias 15 e 17.

Quem já tem uma empresa ou quer abrir o seu negócio, a Agência São Paulo de Desenvolvimento (Ade Sampa) disponibilizou informações sobre como se formalizar e se tornar um Microempreendedor Individual (MEI). 

A Secretaria Municipal de Cultura levou a Feira de Troca de Livros ao Largo da Pancada, com cerca de 1.500 exemplares. As crianças puderam brincar de cama elástica e pintura de rosto.

Habitação

A Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP)  fez a entrega de 138 termos de quitação para as pessoas convocadas.  A programação contou com a renegociação de 27 contratos, agendamento  para atendimento da central  da Cohab e esclarecimentos sobre contratos, transferências e emissão de boletos.

A Sabesp levou uma agência móvel para atender a população. Nela os clientes puderam  solicitar parcelamento de dívidas, fazer pedidos de serviços e retirar segunda via da conta de água, entre outras ações.  A Companhia também disponibilizou bebedouros para hidratação dos participantes do mutirão. Houve, também, divulgação do app Sabesp, distribuição de folhetos com informações sobre limpeza da caixa-d'água e uso consciente da água.

Veja os atendimentos prestados nesta ação:

Trabalho
192 pessoas atendidas
63 encaminhadas

CATe

120 pessoas selecionadas para as vagas disponibilizadas pelas empresas que participaram do evento

AdeSampa

4 atendimentos

Saúde

Vacinações contra gripe

25 pessoas vacinadas

Vacinações contra febre amarela

5 pessoas vacinadas

Teste de glicemia

250 exames

Aferição de pressão arterial

230 medições

Acupuntura auricular

59 atendimentos

Kits de saúde bucal

Distribuição de 590 kits

Preservativos

Distruibuição de 720 embalagens

Sal de ervas

Distribuição de 100 embalagens

Sinantrópicos

Orientações sobre arboviroses

58 atendimentos

Atrações

Práticas integrativas de dança circular e mix dance

Assistência social

44 atendimentos

COHAB
47 pessoas atendidas

Pessoa com Deficiência

4 pessoas atendidas
4 encaminhadas

Direitos Humanos e Cidadania
4 pessoas atendidas

4 encaminhadas

SABESP
22 pessoas atendidas

Ações do documento

Vídeos

SPLICA - Como funcionam as Bibliotecas de São Paulo?

Ver agenda completa