Notícias

Festival Mário de Andrade leva cerca de 60 mil pessoas a ruas da cidade

Público ocupou as ruas e equipamentos culturais da cidade para celebrar a leitura. Foram mais de 150 atividades realizadas entre sexta-feira e domingo.

De Secretaria Especial de Comunicação

A 1ª edição do Festival Mário de Andrade – A Virada do Livro, promovido pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, nos dias 04, 05 e 06 de outubro (sexta-feira a domingo), contou com público de cerca de 60 mil pessoas, que ocuparam ruas e equipamentos culturais da cidade para celebrar o livro e a leitura. Foram mais de 150 atividades, em onze pontos, reunindo autores, editores, leitores, bibliotecários, livreiros, coletivos e públicos de todas as idades e de todo o Brasil em mesas com autores, debates, oficinas e outras expressões artísticas ao longo desses três dias.

O novo evento chega para fortalecer ainda mais o calendário integrado da cidade, o Agendão, do programa São Paulo Capital da Cultura, e promove a ocupação cultural paulistana, além de contribuir para a arte literária, o conhecimento em humanidades e a pesquisa científica em um grande encontro inspirado na cultura do livro.

Nomes nacionais e internacionais como Ailton Krenak, Mia Couto, Isabela Figueiredo, Milton Hatoum, Kalaf Epalanga, Zamaswazi Dlamini-Mandela (neta de Nelson Mandela) e Russo Passapusso foram alguns dos destaques da programação do festival, sempre com espaços lotados. A conversa entre a atriz Fernanda Montenegro, que lançou seu livro de memórias “Prólogo, Ato, Epílogo”, e a jornalista Marta Góes, acompanhada por uma plateia repleta e calorosa no Theatro Municipal de São Paulo, foi um dos momentos memoráveis da primeira edição do Festival Mário de Andrade.

Ações do documento