Notícias

Educação Integral na rede municipal de ensino cresce 43% em São Paulo

Evento discutiu programas e projetos voltados ao Ensino Integral; evento contempla o plano de metas da cidade (2017-2020)

De Secretaria Especial de Comunicação

A rede municipal de ensino de São Paulo ganhou em 2016 o Programa São Paulo Integral. No início, pouco mais de 13 mil estudantes, de 71 Escolas Municipais participavam do projeto. Os constantes investimentos realizados pela Secretaria Municipal de Educação (SME) permitiram a ampliação do Programa, atingindo em 2019 cerca de 18 mil alunos e 146 Escolas beneficiadas. Entre 2018 e 2019, houve aumento de 43%, passando de 102 Escolas para 146 unidades.

Para aprimorar a experiência vivida nas escolas e formular políticas públicas voltadas ao tema, a SME realizou nesta terça-feira (06), na Uninove, o IV Seminário de Educação Integral, cujo tema escolhido para esta edição foi “Por uma abordagem integradora transformando espaços em territórios do saber como projeto compartilhado”. O secretário municipal de Educação, Bruno Caetano, participou da abertura das discussões. 

O evento contempla o plano de metas da cidade (2017-2020) e durante todo o dia, cerca de 500 profissionais, entre diretores, coordenadores pedagógicos e professores das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs) estiveram reunidos para discutirem suas experiências pedagógicas e trocarem experiência para as atividades desenvolvidas nas Escolas. 

“Temos um grande desafio, que é ampliar o total de estudantes matriculados no Ensino Integral. Desde o seu lançamento, o Programa São Paulo Integral obteve bons resultados, num rápido crescimento. Nossa proposta é aumentar o acesso nos diversos pontos da cidade”, destacou Bruno Caetano. 

A abertura contou com apresentações culturais do Slam Azevedo, do Coral Sabiá e do Projeto de Balé – educando através da dança. 

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Operação comida na mesa