Notícias

Dia Mundial de Luta Contra AIDS será comemorado com diversas atividades

Confira o calendário das ações do Programa Municipal de DST/AIDS para 1º de dezembro

De Secretaria Especial de Comunicação

O Programa Municipal de DST/AIDS (PM DST/AIDS), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo, vai realizar uma série de atividades para celebrar o dia 1º de dezembro, data em que se comemora o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS.

A campanha foi criada há exatos 30 anos, em 1987, durante a Assembleia Mundial de Saúde, da Organização Mundial de Saúde (OMS), e teve apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). As atividades no Brasil começaram um ano depois, por meio de uma portaria do Ministro da Saúde.

A cada ano, cidades do mundo todo realizam ações sobre o tema, como a iluminação de pontos tradicionais com a luz vermelha, testagem gratuita de HIV e orientação com profissionais da saúde e agentes de prevenção.

Em 2017, na capital paulista, o destaque será a instalação de um gigante laço vermelho, símbolo da campanha, e que também tem as cores de São Paulo (vermelho, preto e branco), no prédio da Câmara Municipal de Vereadores, no Centro da cidade, onde permanecerá até o próximo domingo (3).


As atividades referentes ao 1º de dezembro já começaram e seguem até este domingo. Nesta semana haverá a realização de testes rápidos e gratuitos de HIV por toda a capital.

“A unidade móvel e o trailer do PM DST/AIDS também estarão junto aos serviços especializados neste período para oferta de testes, além de distribuir gratuitamente camisinhas masculinas, femininas e gel lubrificante”, conta Adriano Queiroz, consultor técnico de prevenção do programa.

Confira a programação das ações de testagem: 

As ações seguem nesta quarta-feira (29). O PM DST/AIDS promoveu o IX Seminário de Pesquisa, com o lançamento do XII Inventário de Pesquisas em IST/AIDS. A ideia é apresentar as pesquisas que foram ou estão sendo realizadas por colaboradores da Rede Municipal Especializada (RME) e que tenham a RME e serviços municipais como campo de estudo.

“Este é um momento de promover o contato entre pesquisadores e profissionais da saúde, como também incentivar a reflexão acadêmica necessária para o aprimoramento da qualidade da atenção à saúde”, afirma Flávio Andrade Santos, coordenador do setor de Informação e Desenvolvimento Científico do PM DST/AIDS.

Nesta quinta-feira (30), a Secretaria Municipal da Saúde, por meio do Programa Municipal de DST/AIDS, Coordenadoria Regional de Saúde Sul e Supervisão Técnica de Santo Amaro, em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, inauguram o novo espaço do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) Santo Amaro.

 A unidade funcionará na avenida Mário Lopes Leão, nº 240, e seguirá as novas atribuições dos CTAs, com a oferta de estratégias da prevenção combinada, atenção às ISTs, acompanhamento dos usuários até a completa vinculação destes ao serviço de assistência, oferta de Profilaxia Pós-Exposição (PEP) e Profilaxia Pré-Exposição (PreP) -  a partir de janeiro de 2018.  

Além destas, o CTA manterá a oferta de testes diagnósticos para sífilis, HIV e hepatites,e  ampliará a sua cobertura de atuação com a contratação de novos agentes de prevenção para atividades em parceria com o Centro de Cidadania LGBT e o Centro de Cidadania da Mulher (CCM).

O dia 1º de dezembro está cheio de atividades. Além do laço, logo pela manhã, a partir das 10h, a unidade móvel do Programa Municipal de DST/AIDS e as equipes dos serviços especializados estarão no Vale do Anhangabaú realizando testes para detecção do HIV até às 16h, com distribuição de insumos de prevenção.

Acontecerá também, no vão livre do MASP, uma ação de testagem rápida e gratuita de HIV realizada pelo Programa Estadual de IST/AIDS em parceria com o PM DST/AIDS.  Os trabalhos acontecem o dia inteiro, das 10h às 22h.

Ainda no dia 1º está previsto que os relógios de rua da capital exibam mensagem para informar aos paulistanos sobre a campanha. Os prédios dos hospitais municipais também estarão iluminados de vermelho em alusão à data.

Além disso, no final da sexta-feira, a partir das 20h, o painel digital da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na avenida Paulista, exibirá laços vermelhos, que são o símbolo do enfrentamento contra AIDS.

Parceria com universidades

Por conta da campanha do dia 1º de dezembro, alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda de quatro universidades tiveram um desafio especial neste semestre: produzir peças publicitárias com temas de saúde pública. A iniciativa é fruto da parceria entre o Programa Municipal de DST/AIDS e as Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU)/ FIAM-FAAM, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), FVG Strong e a Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Os temas sugeridos foram prevenção combinada, camisinha, PEP e testagem. Após quase cinco meses de empenho, os jovens tiveram a oportunidade de apresentar os resultados a representantes do programa municipal.

“Foi muito interessante ver o olhar deles sobre os assuntos, principalmente porque a grande maioria faz parte do público-alvo das nossas campanhas de prevenção”, conta Queiroz. “Gostamos muito da criatividade e da forma inovadora que eles sugeriram as abordagens”, completa.

A campanha se encerra no domingo com as unidades móveis ofertando testes rápidos na região da Paulista, na esquina das ruas Peixoto Gomide e Augusta e no largo do Arouche, em parceria com o Programa Estadual de DST/AIDS.

Caminhada da AIDS

No próximo domingo (3), a Coordenação de Políticas para LGBT da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania realizará a primeira Caminhada da AIDS da capital.

A saída será às 8h30 na Praça da República, percorrendo a Av. São Luíz, R. Cel. Xavier de Toledo, Viaduto do Chá, R. Benjamin Constant, Praça da Sé, Largo do Pátio do Colégio, R. Boa Vista e Largo do São Bento.

O projeto da Caminhada da AIDS é inspirado nas AIDS Walks que acontecem nos Estados Unidos, onde não somente a comunidade LGBT abraça o evento, mas toda a sociedade.

No dia 21 de maio, o coordenador de Políticas para LGBT, Ivan Batista, esteve em Nova Iorque para conhecer a AIDS Walk da cidade, oportunidade em que também visitou o escritório da UNAIDS para discutir a temática – obtendo apoio unânime para a realização de uma versão brasileira da caminhada.


 

São Paulo na TV

Inauguração do 10º CTA

Ver agenda completa