Notícias

Desfile das escolas de samba consolidam carnaval paulistano

154,3 mil pessoas devem prestigiar o desfile das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi; desfiles do Grupo Especial serão na sexta-feira (21/2) e no sábado (22/2)

De Secretaria Especial de Comunicação

Os desfiles das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi consolidam o carnaval paulistano como um dos principais do país. Os desfiles do Grupo Especial serão realizados na sexta-feira (21 de fevereiro) e no sábado (22 de fevereiro). No domingo (23) e na segunda-feira (24) será a vez dos desfiles do Grupo de Acesso.

A estimativa da Prefeitura de São Paulo é que, no total, compareçam ao Sambódromo cerca de 154,3 mil espectadores durante os desfiles, divididos da seguinte maneira:  119,3 mil pessoas durante os dois dias de desfile do Grupo Especial (sexta-feira e sábado) e no Desfile das Campeãs (29 de fevereiro, sábado) - média de 39,7 mil pessoas por dia nas arquibancadas, camarotes, mesas e cadeiras de pista. Também estão previstas 35 mil pessoas nos dois dias de apresentações do Grupo de Acesso (domingo e segunda-feira) - expectativa de 23 mil pessoas no domingo e 12 mil na segunda-feira.

Libras

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), realiza neste ano a 5ª edição do projeto “Samba com as Mãos”, que disponibiliza vídeos com a tradução em Língua Brasileira de Sinais (Libras) dos 14 sambas-enredos das agremiações que pertencem ao Grupo Especial de São Paulo.

Os vídeos foram feitos em parceria com a TV Câmara. Os links já estão disponíveis nos sites das Escolas e no site e no Canal da Secretaria no YouTube. Nos dias de Carnaval, durante os desfiles os vídeos são disponibilizados em telões no Espaço da Cidade, no Anhembi.

Os cegos contam com audiodescrição dos desfiles, direto do sambódromo, pelas redes sociais da SMPED. O objetivo é incluir pessoas com deficiência auditiva e visual na maior festa cultural do país.

Outra novidade neste ano é que, pela primeira vez, alguns blocos do carnaval de rua terão intérpretes de Libras, oferecidos pela Prefeitura. Confira a programação completa dos blocos com o recurso em www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/pessoa_com_deficiencia/noticias

Apoio às escolas de samba, blocos e cordões

A Prefeitura investiu R$ 42 milhões em apoio institucional ao Carnaval de São Paulo 2020. A verba foi distribuída da seguinte maneira:

 

  • Agremiações, escolas, blocos e cordões carnavalescos do Grupo Especial, Grupo de Acesso 1, Grupo de Acesso 2, Afoxé, ABASP e ABBC: R$ 36.656.966,28
  • Agremiações, escolas, blocos e cordões carnavalescos do Grupo II, Grupo III, Grupo de Acesso de Bairros II, Grupo Especial de Blocos, Grupo de Acesso de Blocos e Afoxé: R$ 5.417.105,56

 

Confira os dias e a ordem dos desfiles no Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo – Sambódromo:

Desfiles dos Grupos Especial e de Acesso no Sambódromo do Anhembi (Organização: Liga SP – Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo)

* Grupo Especial: 21 e 22 de fevereiro (sexta-feira e sábado)

*Grupo de Acesso 1: 23 de fevereiro (domingo)

* Grupo de Acesso 2: 24 de fevereiro (segunda-feira)

* Apuração dos Grupos Especial e de Acesso: 25 de fevereiro (terça-feira)

* Desfile das Campeãs: 29 de fevereiro (sábado)

Ordem dos desfiles

 

GRUPO ESPECIAL 

Sexta-feira, 21 de fevereiro

23h15 – Barroca Zona Sul

0h20 - Tom Maior

1h25 – Dragões da Real

2h30 – Mancha Verde

3h35 – Acadêmicos do Tatuapé

4h40 – Império de Casa Verde

5h45 – X-9 Paulistana

Sábado, 22 de fevereiro

22h30 – Pérola Negra

23h35 – Colorado do Brás

0h40 – Gaviões da Fiel

1h45 – Mocidade Alegre

2h50 – Águia de Ouro

3h55 – Unidos de Vila Maria

5h – Rosas de Ouro

 

GRUPO DE ACESSO 1

 

Domingo, 23 de fevereiro

21h – Estrela Terceiro Milênio

22h – Nenê de Vila Matilde

23h – Independente Tricolor

0h – Leandro de Itaquera

1h – Mocidade Unida da Mooca

2h – Acadêmicos do Tucuruvi

3h – Camisa Verde e Branco

4h – Vai-Vai

 

GRUPO DE ACESSO 2

Segunda, 24 de fevereiro

20h - Flor de Vila Dalila

20h50 - Primeira da Cidade Líder

21h40 – Unidos de Santa Bárbara

22h30 - Amizade Zona Leste

23h20 - Camisa 12

0h10 - Uirapuru da Mooca

1h00 - Torcida Jovem

1h50 – Unidos do Peruche

2h40 – Morro da Casa Verde

3h30 – Tradição Albertinense

4h20 – Imperador do Ipiranga

5h10 - Dom Bosco de Itaquera

 

Ingressos

Os ingressos para os desfiles podem ser adquiridos pelo site https://www.ingressosligasp.com.br/. Preços a partir de R$ 10,00.

 

Acesso ao Sambódromo

Os portões de entrada dos setores A, B, C, D e E estão localizados na pista local da Marginal Tietê.  Já as entradas dos setores F, G, H, I e J estão localizados na Avenida Olavo Fontoura.

Horário de abertura

A Polícia Militar faz uma vistoria nas dependências no Sambódromo nos próprios dias de desfile, antes de o evento começar. A previsão é que os portões sejam abertos a partir das 18h para acesso do público.

Acesso de veículos

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) montará operação especial de trânsito nas principais vias de acesso ao Anhembi. O Sambódromo localiza-se entre as pontes das Bandeiras e da Casa Verde, tendo como principais vias de acesso as avenidas Olavo Fontoura, Assis Chateaubriand (Marginal Tietê) e Santos Dumont.

 O principal estacionamento está localizado no Pavilhão de Exposições do Anhembi, com acesso pela Avenida Santos Dumont e Rua Marechal Leitão de Carvalho, junto aos Portões 4 e 5.

É recomendável que o público dê preferência para ir ao Sambódromo de transporte público. Haverá linhas especiais de ônibus a partir das estações Tietê e Barra Funda do Metrô.

 

Estacionamento

O estacionamento oficial do Carnaval é do Pavilhão de Exposições do Anhembi, que tem capacidade para cerca de quatro mil vagas, com os seguintes valores: R$ 50 (carros), R$ 30 (motos) e R$ 70 (ônibus).

 

Revista preventiva

Foliões e integrantes das escolas de samba passarão por revista preventiva feita pelos seguranças privados com acompanhamento da Polícia Militar. Conforme o artigo 3 da Resolução 122/85 da Secretaria de Segurança Pública, não será permitida a entrada no Sambódromo com qualquer tipo dos objetos listados abaixo: 

a) bebidas alcoólicas; b) substâncias tóxicas; c) fogos de artifício e de estampido ou artefatos do gênero; d) papel em rolo de qualquer espécie, jornais e revistas; e) balões em geral; f) materiais ou objetos que possam causar ferimentos; g) armas de fogo e branca de qualquer tipo e espécie;  h) vasilhames, copo de vidro ou qualquer outro tipo de embalagem, contendo bebidas ou refrigerantes de qualquer natureza que, direta ou indiretamente, possam provocar ferimentos em caso de esforço físico isolado ou generalizado. Incluem-se aí: bandeiras com mastro, caixas térmicas e guarda-chuvas com ponta. 

É recomendável que o público leve capa de chuva.

 

Acesso de pessoas com deficiência

O Sambódromo do Anhembi possui áreas reservadas para pessoas com deficiência em todos os setores, contando com 70 lugares para cadeirantes e mais 70 para acompanhantes, todos com visibilidade garantida. Além disso, a Prefeitura de São Paulo também oferece transporte gratuito para pessoas com deficiência com as vans do serviço Atende, da SPTrans. A entrada nos setores também é adaptada com rampas e portões largos.

Atende+

Veículos: total de 94 vans disponíveis nos dias de desfiles no Sambódromo. Confira a programação:

 Dias 21, 22 e 29 de fevereiro:  20 veículos/dia  

           23 e 24 de fevereiro: 17 veículos/dia

 
Início da operação: 19h


Locais de embarque: Pavilhão do Anhembi (circulação interna), Metrô Palmeiras-Barra Funda, Metrô Portuguesa-Tietê e no Posto da CET - Av. Olavo Fontoura, para atender aos usuários com destino ao Sambódromo.

*O Atende+ é a modalidade de transporte porta a porta gratuito, destinado a pessoas com autismo, surdocegueira ou deficiência física com alto grau de severidade e dependência, que permite que os usuários realizem seus deslocamentos para eventos que incluem cultura, lazer, saúde e integração.  

 

Menores de 16 anos

A censura do evento é até cinco anos de idade. Crianças a partir de 5 anos e menores de 16 anos só poderão entrar no Sambódromo acompanhados dos pais ou de algum representante legal, mediante apresentação de RG ou outro documento. Em alguns camarotes, a entrada será liberada somente para maiores de 18 anos.

 

Histórico do Sambódromo

O Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, também conhecido como Sambódromo do Anhembi, foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Administrado pela São Paulo Turismo, é um dos maiores espaços para grandes eventos ao ar livre da cidade de São Paulo. Foi inaugurado no dia 1º de fevereiro de 1991, com capacidade para 10 mil pessoas. Em 1992, a conclusão de alguns módulos de arquibancada dobrou essa capacidade. Mas foi em 12 de fevereiro de 1996, com todos os setores concluídos, que o Polo foi entregue à população, já carinhosamente apelidado de Sambódromo, com capacidade ampliada para 39,7 mil pessoas.

 

Dados do Sambódromo

 

  •  Pista de 530 m de comprimento por 14 m de largura;
  •  Redes de distribuição de água, esgoto, energia elétrica e telefonia, além de caixa d'água; 
  • Área da Concentração (Arena Anhembi): 23 mil m²; 
  • Área da Dispersão (Nova Arena Anhembi): 14 mil m²;
  • Arquibancada Monumental (setor B), com capacidade para 7.748 pessoas, além de 8 camarotes; 
  • Ao longo da pista, existem outros oito conjuntos de arquibancadas, com capacidade para abrigar 1.740 pessoas cada um (com exceção dos setores D e G, que comportam 1.447 pessoas), e 103 camarotes com estrutura de sanitários e lanchonetes, que acomodam de 10 a 90 pessoas cada um; 
  • Capacidade de público pagante (incluindo arquibancadas e camarotes): 39,7 mil pessoas por dia;

Serviço Atende – transporte especial

 

A SPTrans informa que o serviço Atende+ disponibilizará um total de 94 vans nos cinco dias de Carnaval, dias 21, 22, 23, 24 e 29 de fevereiro, e a operação terá início às 19h. Os veículos estarão disponíveis em quatro locais: Pavilhão do Anhembi (circulação interna), Metrô Palmeiras-Barra Funda, Metrô Portuguesa-Tietê e no Posto da CET - Av. Olavo Fontoura, para atender os usuários com destino ao Sambódromo.

Confira a programação:

Sexta-feira e Sábados – 21, 22 e 29 de fevereiro: 15 veículos em operação e mais cinco de reserva técnica, sendo 20 veículos/dia. Total de 60 veículos.

  • Metrô Portuguesa-Tietê             
  • Metrô Palmeiras-Barra Funda              
  • Pavilhão do Anhembi                 
  • Posto da CET - Av. Olavo Fontoura   
  •              
  • Domingo e Segunda-feira – 23 e 24 de fevereiro: 12 veículos em operação e mais cinco de reserva técnica, sendo 17 veículos/dia. Total de 34 veículos.
    Pavilhão do Anhembi
  • Metrô Portuguesa-Tietê
  • Metrô Palmeiras-Barra Funda
    Posto da CET - Av. Olavo Fontoura 

O Atende é a modalidade de transporte porta a porta gratuito, destinado a pessoas com autismo, surdocegueira ou deficiência física com alto grau de severidade e dependência, que permite que os usuários realizem seus deslocamentos para eventos que incluem cultura, lazer, saúde e integração.

 

Informações dos desfiles das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi pelos sites: www.anhembi.com.br e www.ligasp.com.br

Infraestrutura no Sambódromo

Equipe envolvida da produção e operação do evento: mais de 4,5 mil pessoas

 

Efetivo Médico (63 pessoas):

 

- 2 postos médicos no Sambódromo e 1 no Estacionamento do Pavilhão.

- Cada posto terá

•           1 médico, 1 enfermeiro e 3 técnicos de enfermagem;

•           1 ambulância de suporte básico (tipo remoção), com 1 motorista e 1 enfermeiro;

•           1 ambulância UTI, com 1 motorista, 1 enfermeiro e 1 médico socorrista.

- 11 ambulâncias divididas entre os setores, pista, Concentração e Dispersão.

 

Efetivo de segurança* (3.422 pessoas):

 

- 412 bombeiros civis;

- 450 bombeiros militares;

- 200 seguranças privados;

- GCM – número a definir;

- 120 policiais de trânsito;

- 180 policiais da cavalaria;

- 2 mil policiais militares por dia;

- 60 viaturas da PM por dia.

 

*Ainda haverá o efetivo de segurança contratado pela Liga e camarotes particulares.

 

Operação e produção (1.080 pessoas):

- Cerca de 80 carregadores;

- Cerca de 200 seguranças privados;

- Cerca de 520 apoiadores operacionais;

- 30 pesquisadores;

- Cerca de 250 funcionários da SPTuris.

 

Equipamentos de Segurança:

 

- 41 câmeras de segurança (fornecidas pela Liga);

- 70 extintores permanentes, além de 95 extras;

- 54 botoeiras de emergência;

- 2.850 placas de fechamento;

- 1.900 grades;

- 65 hidrantes.

 

Veja também

Em 2020, São Paulo realiza maior carnaval de sua história

Carnaval de Rua de São Paulo cresce 38,5% em 2020

Metrô e CPTM – Carnaval 2020

Pré-carnaval começa neste fim de semana com mais de 200 blocos pela cidade

Ônibus com decoração de carnaval começam a circular a partir de sábado (15)

Prefeitura fará mudanças temporárias no sistema viário durante o carnaval

Prefeitura faz campanha contra a exploração sexual e trabalho infantil durante o carnaval

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Como solicitar isenção de rodízio de veículos