Notícias

Cultura e promoção da saúde indígena ganham visibilidade em evento anual

O 7º Dia da Beleza Indígena, aberto aos visitantes, mostrou a cultura do povo que da Terra do Jaraguá, atendido pela UBS Aldeia, na Zona Norte

De Secretaria Especial de Comunicação

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo, por meio da Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) Norte e da Aldeia Jaraguá-Kwarãy-Djekupé (STS) Pirituba promoveram nesta quarta-feira (26/06) o Dia da Beleza Indígena. O evento é anual, com o Programa Ambientes Verdes e Saudáveis (PAVS) e os indígenas atendidos pela UBS Aldeia Indígena do Jaraguá.

A programação teve dança, desfile, música e artesanato que atraíram mais de 600 pessoas. Houve também palestras sobre alimentação saudável, com a nutricionista Roselei Strassburger; exposição de artesanato feito pelos índios da Aldeia e degustação do Mbaipy (culinária dos guaranis) ; apresentações da dança Xondaro que possui um papel múltiplo: luta, dança e canto para desenvolver o equilíbrio do corpo e saúde e da banda Teko Porá. 

Outra tradição mantida pelos indígenas do Jaraguá, a prática do arco-e-flecha, também ganhou na festa. O público pôde passar pela experiência de lançar flechas em um alvo de madeira – atividade supervisionada e orientada por experientes locais. 

Uma atração à parte foi o desfile das seis Aldeias da região do Jaraguá com roupas confeccionadas pelas indígenas. Os modelos da vez – homens, mulheres e crianças – exibiram toda sua beleza com acessórios, pintura típica facial e corporal e os tradicionais cocares. O ponto alto do desfile foi quando as crianças participaram. O coral formado por crianças e jovens da aldeia cantou em guarani músicas que falam da paz.

 

Importância do evento

A coordenadora Regional de Saúde Norte, Teresa Cristina Fenerich de Moraes ressalta que, além de resgatar a riqueza da cultura indígena, o evento promove também saúde e bem-estar para o povo indígena. “O cuidado com o corpo e uma alimentação saudável, resulta no aumento na autoestima e impacta positivamente a saúde. E esta é uma das propostas do Dia da Beleza Indígena.” 

A indígena e Agente e Promoção Ambiental Jacileide Martins defende a preservação da cultura. “É uma forma de dar visibilidade a essa tradição, sobretudo de valorizá-la para as crianças guarani.” 

O 7° Dia da Beleza Indígena veio ao longo desses anos ganhando importância para os indígenas do Jaraguá e tem um propósito. “Vai muito além da Beleza Indígena, promove o empoderamento da comunidade. Uma Aldeia empoderada e com a estima elevada tem tudo a ver com saúde”, afirma a gestora do PAVS da CRS Norte, Camila Nali.

Ações do documento

Vídeos

SPLICA - Agendamento online no CRAS