Notícias

Covid-19: Prefeitura intensifica ações de saúde nas aldeias indígenas para reduzir disseminação da doença

Equipes fazem busca ativa de sintomáticos respiratórios. Casos suspeitos são monitorados e os graves encaminhados para os serviços de referência das regiões

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), intensificou as ações de conscientização sobre o coronavírus e a busca ativa de sintomáticos da covid-19 nas terras indígenas da capital. A vacinação contra a Influenza para esse público começou em 23 de março. Já foram aplicadas 1.699 doses, o que representa uma cobertura vacinal de 109,61%.

O município tem duas terras indígenas, a Tenondé Porã, com seis aldeias, localizada no extremo Sul da capital, e a Jaraguá, com cinco aldeias, na Zona Norte. A SMS, por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS) Aldeia Sul e Jaraguá, atende aproximadamente 1.600 indígenas nessas regiões.

A Atenção Básica da SMS, por meio das equipes de saúde, realiza ações para a redução do risco de disseminação da covid-19, detecção precoce de sintomático e monitoramento dos casos suspeitos/confirmados.

As equipes de saúde que atuam nas unidades Aldeia, em parceria com as lideranças locais, realizam orientação aos indigenas, esclarecem dúvidas e organizam medidas para evitar a propagação do vírus nessas comunidades. Entre as medidas adotadas estão a restrição das visitações nas aldeias, o não compartilhamento do cachimbo (petenguá) e a não aglomeração nas casas de reza.

Os agentes de saúde visitam as famílias e explicam a importância do isolamento social e da higienização das mãos. Além disso, identificam os sintomáticos, distribuem máscaras e monitoram os casos sintomáticos respiratórios diariamente.

Os indígenas também são orientados sobre os principais sintomas da covid-19 como febre, dor de garganta, tosse, possibilidade de diarreia, dores no corpo, dor de cabeça e dificuldade para respirar. Para as pessoas que apresentam sintomas de síndrome gripal, a orientação é separar cuias e demais utensílios e também a avisarem dos sintomas para a equipe de saúde.

Equipe de saúde na terra indígena

As unidades de Saúde das Aldeias possuem equipes constituídas por médico, cirurgião dentista, enfermeiro, assistente social, farmacêutico e auxiliares de enfermagem, entre outros. Alguns profissionais, devido ao convívio e a participação em grupos de estudos, se comunicam usando o idioma guarani. Também se faz o uso fitoterápico de ervas, com a função de auxiliar no tratamento alopático.

População indígena

Segundo Censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil há mais de 800 mil indígenas. Ainda de acordo com o Censo, São Paulo é o quarto município com maior população indígena no Brasil, com aproximadamente 13 mil. Desse total, 1.635 são indígenas aldeados.

Saiba mais

Saúde determina nova rotina de atendimento nos ambulatórios hospitalares e na rede de atenção básica

Leia também:

Coronavírus: Confira as principais notícias publicadas no site da Prefeitura

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Atendimento no Cate

Ver agenda completa