Notícias

Covid-19: Prefeitura de São Paulo já entregou mais de mil novos leitos de UTI

Mais de 90 mil profissionais de Saúde serão submetidos a testes do covid-19; nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) será construída ao lado do Hospital do Servidor Público Municipal

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo já criou 1.007 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para pacientes com o novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas na manhã desta terça-feira (26/05), durante entrega de 10 novos leitos no Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM). 

“Aqui nós tínhamos 13 leitos de UTI para covid-19. Agora são 23 leitos exclusivos neste hospital para atender aos servidores públicos que precisam ”, explicou o prefeito Bruno Covas.

“Esses leitos são importantes pois são exclusivos para servidores públicos. Quando um servidor procura algum equipamento de Saúde ele imediatamente é transferido para tratamento no HSPM”, disse o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

A obra contou com investimentos de um milhão cento e quarenta mil reais, dos quais cem mil reais vieram de emenda parlamentar e o restante foi complementado pela Prefeitura de São Paulo.

Segundo o prefeito Bruno Covas, a ideia é que essa ala atenda pacientes idosos no futuro.“Passada a pandemia essa área será adaptada para que seja uma ala geriátrica”, afirmou Covas.

Reforma do Pronto Socorro do HSPM

O prefeito Bruno Covas e o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, também vistoriaram as obras de reforma do Pronto Socorro do Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM).

“O atual Pronto Socorro além de atender os servidores públicos e seus dependentes, também atende a população de uma forma geral. Ele é porta aberta. O novo ficará pronto em novembro de 2020 e será exclusivo para servidores”, explicou Covas.

Unidade de Pronto Atendimento (UPA)

A Prefeitura de São Paulo também deve iniciar na próxima semana as obras para implementação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ao lado do HSPM.

“A nova UPA e o Pronto Socorro entram na contrapartida do município no empréstimo de US$ 100 milhões obtidos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para investir exclusivamente na área da Saúde”, afirmou o prefeito Bruno Covas”.

A unidade será aberta para toda população e a obra deve durar oito meses. 

Testagem de profissionais da Saúde

A Prefeitura de São Paulo irá iniciar a partir de sexta-feira (29/05) a testagem para covid-19 nos 90 mil profissionais da área da Saúde contratados pela administração municipal e funcionários das organizações sociais.

“Hoje a gente faz a testagem apenas para funcionários que apresentam os sintomas. Vamos começar a testar todos os 90 mil funcionários da área da Saúde”, explicou Covas.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, os testes serão sorológicos, que mede a imunidade. “Os testes nos darão uma radiografia muito importante destes profissionais no ponto de vista imunológico. É um passo importante que se já junto a outras iniciativas que o município já fez”, afirmou.


Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Merenda Escolar Sustentável

Ver agenda completa