Notícias

Coronavírus sem "fake news": Respiração para diagnosticar problema respiratório

Informações falsas são divulgadas nas redes sociais ou por aplicativos de mensagem

De Secretaria Especial de Comunicação

Prefeitura de São Paulo, em parceria com o Governo do Estado, atua também no combate à desinformação sobre o novo coronavírus. A fim de orientar a população sobre quais ações adotar no dia-a-dia, confira abaixo as informações corretas para desmentir notícias falsas a respeito da covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus).

É falsa mensagem que manda prender respiração para diagnosticar problema respiratório:
É mentirosa a mensagem atribuída a médicos chineses que orienta pessoas a prender a respiração por alguns segundos para checar se há fibrose pulmonar provocada pelo novo coronavírus. O diagnóstico preciso da COVID-19 é feito a partir da coleta de materiais respiratórios e analisada em laboratório. Não existem métodos caseiros para essa finalidade.

A mesma mensagem também mente ao sugerir que beber água a cada 15 minutos previne infecção pelo novo coronavírus. Até o presente momento, pesquisadores não identificaram nenhum remédio nem vacina específicos que sejam capazes de prevenir ou tratar a doença. Os profissionais da Secretaria da Saúde reforçam que receitas caseiras não têm comprovação científica.

Por essa razão, a recomendação é adotar medidas como higienização das mãos, evitar sair de casa (em especial os idosos acima de 60 anos), evitar aglomerações e ficar atento a eventuais sintomas.

 

Leia também:

 

 

Ações do documento