Notícias

Coronavírus: Quarentena é fundamental para controle da doença

Nesta sexta-feira (20), autoridades fizeram um apelo para que toda população fique em casa

De Secretaria Especial de Comunicação

Durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul, nesta sexta-feira (20), autoridades fizeram um apelo sobre a importância da quarentena para o controle do COVID-19, também conhecido como Coronavírus.

“Isolamento social não é férias. Não é o momento de viagem, não é o momento de andar no parque, não é o momento de confraternização. O quanto mais as pessoas puderem ficar em casa não é mais apenas um ato de higiene, mas um ato humanitário, de respeito ao próximo, de respeito à família, aos amigos, aos conhecidos. É importante insistir nessa tecla. Só com isso vamos passar melhor por essa pandemia. O isolamento social não é motivo para festejar”, enfatizou o prefeito Bruno Covas.

Na manhã de hoje, entrou em vigor na cidade de São Paulo o decreto que veda o funcionamento do comércio na cidade para atendimento presencial até o dia 5 de abril deste ano. De acordo com a medida, fica autorizada apenas a manutenção dos serviços administrativos e a realização de vendas por meio de aplicativos, internet ou instrumentos similares.

O governador João Doria também lembrou os cuidados que devem ser tomados com a população mais idosa. “Protejam as pessoas com mais de 60 anos. Dê a elas o carinho, a proteção e não permitam que saiam das suas casas. Esta é a orientação dos médicos e uma prova de carinho".

Para o infectologista e coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus no Estado de São Paulo, David Uip, as medidas de restrição, como as que foram adotadas, são fundamentais para retardar a evolução do vírus, diminuindo assim o número de infectados em todo o país. De acordo com as projeções dos infectologistas que atuam no Centro de Contingência do Coronavírus no Estado de São Paulo, o pico do número de infectados deve acontecer entre os meses de abril e maio.

“Eu entendo que com as medidas tomadas pelo prefeito e pelo governador, isso vai ser conseguido.Nós temos hoje uma restrição de idas e vindas estimada em 60%, conforme informações da Vigilância Sanitária, e isso é muito importante, pois você conseguindo retardar o pico, você não sobrecarrega o sistema de saúde. Uma estratégia, adotada em muitos países, que estamos adotando aqui”, destacou  o médico.

Acesse também:
Coronavírus: Confira as principais notícias publicadas no site da Prefeitura

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Atendimento no Cate

Ver agenda completa