Notícias

Coronavírus: Quando devo procurar uma unidade de saúde?

Conheça os principais sintomas da doença e saiba como se prevenir. Recomendação é para a população não procurar imediatamente hospitais e prontos-socorros

De Secretaria Especial de Comunicação

Você sabia que postos de saúde são a porta de entrada para o cidadão? Quem apresenta os sintomas do vírus pode procurar uma das 468 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital, deixando a rede de emergência (como hospitais e prontos-socorros) apenas para os casos mais graves de saúde ou para as pessoas pertencentes aos grupos de risco, que são as pessoas com idade a partir de 60 anos e os portadores de doenças crônicas graves e imunodeprimidos, como pacientes que passam por quimioterapia

Estudos indicam que 90% dos casos de Covid-19, também conhecido como Coronavírus, são mais leves, como os de um resfriado ou uma gripe, e podem ser consultados nos postos de saúde.

"Eu posso garantir a vocês que se nós formos hoje aos hospitais e prontos-socorros do município de São Paulo, 81% dos pacientes que estão lá deveriam estar em outros lugares, como Unidades Básicas de Saúde, programa da família e ambulatórios de especialidades. Se todo mundo entender que a porta de entrada para tosse e febre é pronto-socorro não haverá sistema de saúde que aguente", disse o infectologista e coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus no Estado de São Paulo, David Uip

Os coronavírus humanos comuns causam infecções respiratórias brandas a moderadas de curta duração. Os sintomas podem envolver coriza, tosse, dor de garganta e febre. Esses vírus algumas vezes podem causar infecção das vias respiratórias inferiores, como pneumonia. Esse quadro é mais comum em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou em idosos. 
 

Os sintomas mais comuns da Covid-19 são:

  • Febre baixa
  • Tosse
  • Coriza
  • Dor de gargante
  • Sintomas respiratórios: tosse e dificuldade para respirar
  • Histórico de viagem conforme ilustração abaixo (14 dias antes do início dos sintomas) ou contato com caso suspeito para coronavírus.

Se você tiver estes sintomas, procure atendimento médico.

Clique aqui e abra o cartaz com as principais informações

Coronavírus

Os coronavírus (CoV) fazem parte de uma grande família viral que causa infecções respiratórias em seres humanos e em animais, conhecidos desde meados dos anos 1960. Em janeiro de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) notificou casos de pneumonia de causa desconhecida, ocorridos na cidade de Wuhan, no região central da China onde houve a detecção de um novo coronavírus (2019-nCov), uma mutação do vírus que ainda não havia sido identificado em humanos. 

Geralmente, a maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas e idosos mais propensos a se infectarem. Os coronavírus comuns que infectam humanos são alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

De uma forma geral, a principal forma de transmissão dos coronavírus se dá por contato próximo* de pessoa a pessoa, como em apertos de mãos. A transmissão viral ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas ou durante o período de incubação do vírus. Os casos assintomáticos não são contagiosos. 

Orientações

  • Cubra sua tosse
  • Utilize lenços descartáveis e jogue-os no lixo após o uso
  • Cubra sempre o nariz e a boca ao tossir os espirrar
  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão
  • Evite aglomerações ou locais pouco arejados
  • Evite tocar olhos, nariz e boca.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal.

 

Definição de contato próximo: Qualquer pessoa que cuidou do paciente, incluindo profissionais de saúde ou membro da família; que tenha tido contato físico com o paciente; tenha permanecido no mesmo local que o paciente doente (ex.: morado junto ou visitado).

Veja também

Coronavírus: Prefeitura de São Paulo apoia ações do Governo do Estado

Coronavírus: Prefeitura disponibiliza informações e orientações técnicas

 

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Cursos Grátis no Portal do Cate