Notícias

Cidade conta com quatro Centros de Cidadania LGBTI

Equipamentos oferecem serviço social, psicológico e pedagógico e atendimento jurídico e promovem respeito à diversidade sexual

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito Bruno Covas visitou nesta sexta-feira (15) o Centro de Cidadania LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Intersexuais) Edson Néris, em Santo Amaro, Zona Sul da capital. O local faz parte de um conjunto formado por outras três unidades, na região central, Zona Leste e Zona Norte, que realizam ações permanentes de combate à homofobia e respeito à diversidade sexual.

Os equipamentos são iniciativas da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e da Coordenação de Políticas para o público LGBTI, em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Inaugurada em março de 2016, a unidade é administrada pela ONG UNAS Heliópolis e conta com 10 profissionais, sendo cinco técnicos e seis funcionários da área administrativa.

Em 2018, o Centro prestou 2.322 atendimentos e periodicamente são oferecidos diversos workshops, debates, oficinas e atividades culturais.

Centro de Cidadania LGBTI Edson Néris homenageia o adestrador de cães assassinado em 6 de fevereiro de 2000. Edson passeava de mãos dadas com seu companheiro, na Praça da República, quando foram cercados por um grupo denominado Carecas do ABC. Edson foi espancado, recebendo diversos chutes e golpes de soco inglês – e faleceu pelas múltiplas hemorragias internas provocadas pelo ataque.

Sobre os Centros de Cidadania LGBTI
As demais unidades, assim como o Centro de Cidadania LGBTI Edson Néris, atuam a partir de dois eixos:

Defesa dos Direitos Humanos: atendimento a vítimas de violência, preconceito e discriminação. Prestação de apoio jurídico, psicológico e de serviço social, com acompanhamento para realização de boletins de ocorrência e demais orientações;

- Promoção da Cidadania LGBTI: suporte e apoio aos serviços públicos municipais da região central, por meio de mediação de conflitos, palestras e sensibilização de servidores. Realização de debates, palestras e seminários.

 

Programa Transcidadania
Os equipamentos promovem a reintegração social e o resgate da cidadania para travestis, mulheres transexuais e homens trans em situação de vulnerabilidade por meio do Programa Transcidadania, que tem duração de dois anos. Atualmente, conta com 240 vagas.

Desde janeiro de 2015, o Programa oferece um auxílio mensal. O objetivo é elevar a escolaridade e profissionalização das (os) beneficiárias (os), promovendo a inserção do mercado de trabalho.

Para participar é necessário não ter concluído o ensino regular, matricular-se em uma instituição de ensino e permanecer estudando durante um período de até dois anos. Quando o beneficiário conclui o ensino médio e ainda resta um período para concluir o tempo de Programa, é matriculado em cursos profissionalizantes.

Atualmente, a Prefeitura conta com 50 escolas que recebem as pessoas beneficiárias, matriculadas em instituições de ensino público, em sua maioria, que tenham disponível o Ensino de Jovens e Adultos (EJA). Assim, a complementação das etapas se dá ao longo do período escolar.

Os beneficiários do programa têm o direito de escolher a escola em que realizarão os estudos, conforme as diretrizes da Educação.

 

Para saber mais informações sobre o Programa Transcidadania, basta dirigir-se a um dos Centros de Cidadania LGBTI:

Centro de Cidadania LGBTI Edson Néris (Região Sul)
Rua São Benedito, 408 - Santo Amaro
Telefone: (11) 5523-0413

Centro de Cidadania LGBTI Luana Barbosa dos Reis (Região Norte)
Rua Plínio Pasqui, 186 – Parada Inglesa
Telefone: (11) 29245225

Centro de Cidadania LGBTI Laura Vermont (Região Leste)
Avenida Nordestina, 496 – São Miguel Paulista
Telefone: (11) 2032-3737

Centro de Cidadania LGBTI Luiz Carlos Ruas (Região Central)
Rua Visconde de Ouro Preto, 118 - Consolação
Telefone: (11) 3225-0019

Unidades móveis
Além das sedes fixas, quatro Unidades Móveis de Cidadania LGBTI percorrem São Paulo levando serviços para todas as regiões, tornando as políticas públicas da Prefeitura de São Paulo ainda mais acessíveis para o público LGBTI.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Amor que Acolhe

Ver agenda completa