Notícias

Tendas de Acolhimento recebem mais de 5 mil pessoas para orientações

Pessoas foram orientadas sobre métodos de prevenção contra o assédio e exploração sexual. Projeto é parceria entre Prefeitura e Polícia Militar.

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, informa que cerca de 5.250 pessoas passaram pelas 20 Tendas de Acolhimento montadas ao lado dos postos médicos no Carnaval de Rua 2020. Deste total, 1050 foram atendidas no pré-carnaval (15 e 16 de fevereiro) e 4,2 mil desde sábado de carnaval (dia 22). Elas foram sensibilizadas quanto a importância de combater o assédio e a exploração sexual e receberam orientações sobre como se prevenirem.

As Tendas de Acolhimento são espaços destinado às mulheres e ao público LGBTI+ que se sentirem em situação de vulnerabilidade durante o carnaval. Cada uma conta com uma a equipe multidisciplinar formada por psicólogas, assistentes sociais, policiais femininas e advogadas voluntárias. Nestes cinco primeiros dias de funcionamento, foram registrados cerca de 10 casos de assédio, sendo que um deles foi encaminhado para registro de ocorrência policial, e um caso de homofobia. Também foram registrados casos de crianças perdidas e, em dois deles, houve necessidade de acionar o Conselho Tutelar.

O projeto é uma iniciativa inédita fruto da parceria entre a Prefeitura - secretarias de Cultura, Direitos Humanos e Cidadania, Assistência e Desenvolvimento Social - e a Polícia Militar.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Saúde Pós Covid-19

Ver agenda completa