Notícias

Capital terá novos inquéritos sorológicos

Duas novas pesquisas serão realizadas pela Secretaria Municipal da Saúde; a primeira fase terá início em 7 de dezembro

De Secretaria Especial de Comunicação

A pandemia de Covid-19 não acabou e a cidade de São Paulo continua as ações de enfrentamento ao coronavírus. Dois novos inquéritos sorológicos serão realizados com a população da capital. O anúncio foi feito pelo secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido. Os estudos analíticos terão início na primeira segunda-feira de dezembro, dia 7.

A primeira pesquisa será realizada em quatro fases, aos moldes do inquérito sorológico anterior, com a testagem de mais de 5 cinco mil pessoas, numa amostragem de 5 milhões de domicílios, tendo como referência 472 Unidades Básicas de Saúde (UBS) no município de São Paulo.

A primeira fase começa em 7 de dezembro. A segunda será realizada a partir do dia 21. Em 4 de janeiro inicia a terceira fase e no dia 10, a última etapa.

O inquérito sorológico aponta quantas pessoas já tiveram contato o vírus, verificando sua prevalência na cidade. É um instrumento muito importante para nortear as ações da Saúde no controle da pandemia no município.

Avaliação Sororeversa
Outra decisão da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, é a realização de uma Avaliação Sororeversa, que vai analisar 1.900 pessoas que testaram positivo para o SARS-Cov-2, analisando a ação do vírus no organismo, índices de imunidade e até a reincidência. “Essa é uma iniciativa inédita de São Paulo que, mais uma vez, se antecipa nas ações de enfrentamento da pandemia”, anunciou o secretário.

Edson Aparecido comentou a oscilação positiva do número de casos na cidade e fez um alerta para que a população permaneça colaborando com as medidas tomadas pela Prefeitura. Ele também anunciou a abertura de mais 200 leitos para casos leves de Covid-19, nos hospitais municipais de Parelheiros e Brasilândia.

Ações do documento