Notícias

Capital registrou 48% de índice de isolamento social na terça-feira (09/06)

Autoridades de saúde recomendam índice mínimo de 55%

De Secretaria Especial de Comunicação

Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP), do Governo de São Paulo, apontou que a cidade de São Paulo registrou 48% de isolamento social na última terça-feira (9) O número ainda representa uma baixa adesão da capital. De acordo com a recomendação das autoridades de saúde, o índice mínimo deve ser 55%.

“Noventa e cinco mil pessoas tiveram as suas vidas salvas pelo isolamento social e pelas ações feitas em São Paulo sob o comando do Comitê de Saúde, portanto, da ciência e da medicina. Estamos salvando cerca de 40 vidas por hora e evitando a contaminação de 10 pessoas por minuto”, disse o governador João Doria, durante coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (10).

O isolamento social ainda é a principal recomendação para conter a disseminação do coronavírus. Mesmo com a reabertura em São Paulo, a cidade de São Paulo segue monitorando internações, casos, óbitos, o isolamento social e a ocupação de leitos. A exigência do isolamento social continua, sobretudo para as pessoas de grupos de risco (como maiores de 55 anos, portadores de doenças cardíacas e/ou crônicas e pacientes imunodeprimidos ou em tratamento oncológico).

No último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram registrados 84.862 casos confirmados e 4.945 óbitos pela doença na capital. Outros 222.007 casos e 4.588 óbitos estão em investigação. Por isso que as pessoas devem colaborar ficando dentro de casa.

“São Paulo já está com nítidos sinais de estabilização e esperamos que se consolide o início da redução dos casos na grande são Paulo para podermos nos organizar melhor. Isso se reflete nos indicadores embutidos no plano São Paulo e as decisões são tomadas de acordo com o que é observado”,  disse o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, Carlos Carvalho.

De acordo com o último boletim de transportes, na última segunda-feira (8) a CET registrou média de lentidão no trânsito de 21 km, com volume de veículos circulantes na cidade de 4,7 milhões. A SPTrans informa que 1,3 milhão de pessoas foram transportadas em 9.178 ônibus.

 

SIMI-SP 
A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras. 

O SIMI-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Governo de São Paulo possa consultar informações agregadas sobre deslocamento no Estado. As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

 

Leia também:
Coronavírus: Confira as principais notícias publicadas no site da Prefeitura

 

 

Ações do documento