Notícias

Agentes de saúde utilizarão cartilha para enfrentamento da violência doméstica na capital

Conteúdo produzido para orientação de profissionais de saúde atuarem no acolhimento e tratamento das pessoas em situação de violência descreve os serviços oferecidos no município para esta finalidade

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), participou  terça-feira (3) do Segundo Encontro em Defesa da Saúde da Mulher, onde se debateu o Projeto de Prevenção de Violência Doméstica e Familiar contra as Mulheres com a Estratégia de Saúde da Família (PVDESF) na cidade de São Paulo.

Essa é uma parceria da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) com o Ministério Público do Estado de São Paulo e o SEBRAE-SP para disseminar, sobretudo entre as mulheres, principalmente o público feminino, informações para o enfrentamento e prevenção da violência doméstica. Na ocasião, foi lançada a cartilha produzida pelos parceiros do projeto, incluindo a SMS. Esse conteúdo será utilizado nas ações preventivas realizadas pela Saúde nos territórios e distribuídas pelos Agentes Comunitários de Saúde.

Baseado na Lei Maria da Penha, o material descreve os serviços de acolhimento e apoio às vítimas de violência na capital e considera as mais comuns formas de violência: física, psicológica e sexual. A ideia é orientar sobre como denunciar, romper o ciclo de violência e superar a situação.

Para acessar a cartilha, clique aqui (Manual - Violência ESF - MP)

Ações do documento

Vídeos

SPLICA - Acessibilidade em São Paulo