Notícias

Praça Dom Orione e escadaria do Bixiga são revitalizadas

Ações de zeladoria foram realizadas em uma parceria entre a Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais e a comunidade local

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo entregou nesta sexta-feira (4) a revitalização da Praça Dom Orione e da escadaria do Bixiga, na região central da cidade. As ações de zeladoria tiveram início em maio, na primeira edição do Programa Bairro Lindo, realizado em parceria da Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais com os moradores da região.

“Inauguramos essa praça quando fui secretário do Mário Covas em 1983. Volto em 2017 como prefeito da cidade de São Paulo para revitalizar a nossa praça e a escadaria do bixiga, recuperando um pouco das tradições históricas deste bairro que fala português e italiano”, disse o prefeito João Doria.

Foram realizados serviços de pintura nas muretas da Praça Dom Orione e na antiga base da Guarda Civil Metropolitana (GCM) instalada no local. Lá também foram plantadas 70 mil mudas de grama amendoim. A pedido dos moradores da Bela Vista, os postes de iluminação, que antes iluminavam as copas das árvores, foram rebaixados para garantir mais segurança.

A escadaria do Bixiga, tombada pelo Departamento de Patrimônio Histórico (DPH), teve as pichações removidas. Os pilares serão pintados. As casas que ladeiam a escada também ganharam novas cores. As equipes trocaram a grama das floreiras laterais e fizeram a reposição de colunas quebradas. As luminárias da escada, danificadas por conta de um vendaval e ações de vandalismo, foram substituídas. Há um novo poste de iluminação próximo à escada. As ruas do quadrilátero receberam limpeza de bueiros e das bocas-de-lobo.

Capacitação em jardinagem

A zeladoria da Praça Dom Orione será feita por 60 trabalhadores que participaram de um projeto que é uma parceria entre as secretarias de Trabalho e Empreendedorismo, de Assistência e Desenvolvimento Social, do Verde e do Meio Ambiente e Coordenação de Prefeituras Regionais.

Eles fizeram parte de um grupo de acolhidos em equipamentos sociais da Prefeitura que passaram pela capacitação do programa Trabalho Novo em jardinagem, na Universidade Livre do Meio Ambiente e Cultura de Paz (UMAPAZ) e vão atuar nessa função por até dois anos.

Por esta atividade, que será realizada por 20 horas semanais (quatro horas diárias), essas pessoas receberão auxílio pecuniário de R$ 655,77 através do Programa Operação Trabalho (POT), pela Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE). Após atuarem na zeladoria de praças, os trabalhadores  devem ser recolocados no mercado, mais uma vez por meio das oportunidades e parcerias geradas pelo Trabalho Novo. Atualmente, estão sendo desenvolvidos nove projetos pela parceria, em conjunto com entidades públicas ou privadas.


São Paulo na TV

Inauguração do 10º CTA

Ver agenda completa